quarta-feira, 26 de junho de 2013

Daniel Gandolfi ...


Uma visão diferenciada sobre as casas antigas que ainda perduram em Porto Alegre é o que sugere o Projeto Memórias Imóveis. Desenvolvido pelo redator da Global Comm, Daniel Gandolfi, o trabalho é baseado em fotografias feitas a partir câmeras fotográficas automáticas, com lentes de plástico que criam diversos efeitos nas imagens que retratam as construções, muitas vezes esquecidas em meio a tantos prédios novos.
A ideia surgiu a partir do interesse do publicitário por casas antigas e até mesmo abandonadas, o que sempre o levou a pensar sobre o quem viveu ali, qual a verdadeira biografia desses lugares que parecem alheios à modernidade. Para Gandolfi, as casas possuem uma beleza diferente, uma beleza carregada de história e arquitetura.
O efeito sobre as fotos vem da revelação, feita através de um processo cruzado, utilizando em rolos positivos a química de negativos. Nenhuma delas passa por programas de tratamento de imagem.
O projeto é cultural, por isso qualquer pessoa pode participar via Instagram, utilizando a hashtag #memoriasimoveis. As primeiras fotografias já estão disponíveis no site e vale a pena dar uma olhadinha.







Bjos'ss


quarta-feira, 12 de junho de 2013

Anderson Astor e Marcelo Curisa ...

O Projeto Caminhos da Praia, envolve arquivos de fotografia, texto e vídeos, buscando a valorização do litoral gaúcho.  As praias entre o extremo Chui e Torres são inegavelmente diferentes das praias do restante do pais, por aqui as praias são conhecidas por suas águas violentas e geladas.
A jornada começou no inverno de 2011, com o auxílio de doações e rendeu aos fotógrafos Anderson Astor e Marcelo Curisa fotos encantadoras e grandes histórias.
Eu escolhi algumas fotos, mas você deveria passar no blog para conferir todo o trabalho!







Bjos’ss



Ahn Jun ...


A fotógrafa coreana Ahn Jun não tem medo de altura. Em sua série de autorretratos, chamada simplesmente de “Self-Portrait”, ela aparece sempre no limite, balançando no alto de arranha-céus. A altura chama a atenção, mas os detalhes das composições é que despertam o interesse do observador. A fotógrafa não hesita em se arriscar em nome de sua arte. Assim, podemos ver nas fotos que ela não está amparada por nenhum tipo de proteção e aparece realmente no limite dos prédios. A jovem formou-se recentemente em fotografia pela Parsons The New School for Design, em Nova York. 




Bjos's